Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por ermes, em 08.06.11

A Árvore da Vida

The Tree of Life (2011)

 

Seis anos depois do maravilhoso "O Novo Mundo", o realizador Terrence Malick apresenta-nos este ousado "A Árvore da Vida". Um filme protagonizado por Brad Pitt, Sean Penn e Jessica Chastain e que infelizmente não foi do meu agrado. Tinha algumas expectativas em relação a este filme e todas elas foram por água a baixo. O filme desiludiu-me imenso.

 

 

[Ver trailer]

 

Um colega meu bem chegou a dizer que o filme não era para todos e ainda chegou a comentar comigo que o próprio Brad Pitt em entrevista chegou a dizer o mesmo. Pois bem, o filme não é para todos e decididamente não é para mim. Eu bem que podia arriscar em ver uma segunda vez mas acreditem, a primeira vez foi bastante dolorosa, o que safou e o que gostei mesmo muito no filme, e talvez por isso dou as minhas duas estrelas e meia, foi a banda sonora do filme que achei excelente, adorei! Tudo o resto foi demasiado aborrecido, um filme que para mim não fez qualquer sentido. Não percebi o argumento, não percebi o papel do Sean Penn. Acho até que a sua personagem era desnecessária da mesma forma que foi esquecida os seus irmãos na fase adulta. A primeira parte do filme foi... nem sei como caracterizar, foi como se de repente tivesse entrado num outro filme, num documentário do National Geographic que baralhou-me ainda mais os sentidos. Foi tudo tão estranho que por momentos pus em causa sair da sala de cinema mas como nunca fiz isso em nenhum filme, tive esperanças de que as coisas melhorassem na segunda parte do filme e realmente melhoraram mas não o suficiente para eu mudar de opinião em relação ao filme.

 

Todo o filme é um constante diálogo com Deus e isso, apesar de muito poético, chegou a irritar. É pena! Tinha alguma esperança em gostar desse filme. Através do trailer pareceu-me um bom filme e depois do filme anterior do realizador, que eu adorei, estava mesmo à espera de algo mesmo muito maravilhoso, o que infelizmente não foi. Sou realmente surpreendido pelas magnificas imagens do filme mas... isso não é o suficiente.

 

Vejam o filme ou se já viram, partilhem a vossa opinião...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De Pedro a 09.06.2011 às 11:13

Bom dia,

O filme da minha vida está em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Parabéns e boa continuação!

Pedro

De Anónimo a 14.06.2011 às 17:49

Uma desilusão.... Tediante..... Ponderei igualmente sair da sala, como muitas pessoas o fizeram.... 2* e meia??? no way.... 1*......

De Carlos Figueiredo a 15.06.2011 às 17:04

Entediante? Provavelmente, pelo menos para aqueles que também se sentiram ensonados com o cinema de Tarkovsky ou com o "2001: uma odisseia no espaço" de Kubrick. Este é o filme mais inacessível e desafiante de Malick até ao momento. É uma obra que abarca temas tão profundos como o lugar do Homem no Universo, na história da vida na Terra e no seio da unidade mais básica da nossa existência: a família. Compreendo que haja algum descontentamento, até porque Malick nunca tinha ido tão longe na tentativa de criar um filme sustentado na linguagem visual, em vez da habitual narrativa literária/dialogada. É uma obra para rever no futuro e reapreciar longe das expectativas criadas à priori. Talvez aí seja possível terem uma leitura mais simpática do filme.

De A beleza da vida a 16.06.2011 às 09:02

Este filme realmente não é para todos!
È preciso ver este filme de uma forma mais elevada de espirito. As imagens que aparecem no filme devem ser interpretadas como sentimentos, grandeza e ao mesmo tempo impotência!
Algo extremamente magnifico mas que consideramos banal e sem grande importância!
Uma família tem isso tudo, algo que nos preenche mas ao mesmo tempo quebra ou falha talvez por motivos mais divinos ou então pelo força da natureza de cada um!
É um filme com muita magia visual, que só pode ser desvendado por cada um. Alguns acreditam em Deus, outros na Natureza mas no final a mensagem é sempre a mesma...

De DiogoMM a 11.11.2011 às 12:30

A minha critica reflecte apenas no facto de que o comentador inicial deste filme, neste blog, revela fendas drásticas na sua personalidade. Mostra se com nitidez , como um inculto, visto que não consegue apreciar um filme que vai mais além da compreensão mundana.
Como disse e bem, não é um filme para todos, tal como uma critica construtiva é selecta apenas para alguns. Aconselho o vivamente a adoptar outra perspectiva de vida, também como de pensamento, visto que, a sua discrição deixa desgosto a quem a lê .! boa sorte nessa jornada.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2012
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2011
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ