Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




por ermes, em 10.12.11

Kaboom

Kaboom (2010)

 

O Cine Gay tem andado desaparecido por aqui. Aquilo que acontece é que não tenho tido muita vontade para escrever sobre os filmes que vejo e por isso a preguiça vence sempre. No entanto, hoje, uma das secções mais queridas dos nossos leitores / visitantes regressa ao blogue com uma nova sugestão de cinema em casa. E hoje, ao contrário dos muitos filmes que já aqui foram sugeridos e que não tiveram direito a passagem pelos nossos cinemas, a sugestão de hoje passou pelo nosso circuito comercial. Lembro-me de ter estado no Cinema Nimas em Lisboa e de na altura ter tido curiosidade em vê-lo no cinema. Acabei por não o ver na altura de estreia mas vi agora no conforto da minha casa. Estou a falar do filme Kaboom, realizado por Gregg Araki e que tem como protagonistas o lindo jovem da série As Crónicas de Sarah Connor, Thomas Dekker.

 

 

[Ver Trailer]

 

Sinopse: Smith tem 18 anos, saiu recentemente de casa para morar no dormitório da faculdade, curte rapazes (em especial seu companheiro de quarto, Thor), mas não recusa garotas, e tem uma imaginação muito fértil. (Fonte: moviesg4u)

 

Todo o filme é muito estranho. As alucinações do jovem Smith são uma coisa do outro mundo. Até parece que fumamos uma ganza e estamos a ver algo fora do normal, não querendo dizer que o filme seja mau de todo. Há ali cenas que se aproveitam e o jovem Thomas Dekker está muito bem no papel de Smith mas a verdade é que o filme não convence. É demasiado alucinante e tem um desfecho que... enfim, é mesmo kaboom. No entanto, se não esperares muito do filme, se não tiveres demasiadas expectativas em relação a ele, podes aqui assistir a uma boa comédia. Não será de todo uma perda de tempo, será entretenimento mas tu é que sabes.

 

Apesar dos pesares eu posso dizer que gostei do filme. Fiquei desiludido com o final, é verdade. Esperava um final diferente, com mais teorias novas. Enfim, num todo, o filme até é mediano. Tem boas interpretações, o argumento é estranho parece ter sido pouco elaborado mas vale a pena ver. Pelo menos está é a minha opinião. E a vossa, qual é? Já tiveram a oportunidade de verem o filme? O que é que acharam? Gostaríamos que partilhassem a vossa opinião connosco, pode ser?

 

O Cine Gay fica por aqui e para a semana, se a vontade permitir, outra sugestão passará por aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2012
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2011
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ