Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



por ermes, em 21.07.11

Morte em Veneza

Death in Venice (1971)

 

E depois de aventurar-me no mundo do Harry Potter voltei aos filmes mais antigos, aos filmes sugeridos pelo meu amigo. Ainda estou na década de 70 e não sei até onde tenciono ir nesta tentativa de conhecer filmes antigos que se não fosse através desse meu amigo, eu não arriscaria a conhecer nenhum desses filmes. Tenho um certo preconceito em relação ao que é antigo mas aos poucos isso está a mudar.

 

 

[Ver trailer]

 

Este último filme que vi acho que é um clássico do cinema. Chama-se "Morte em Veneza" e pelo que li, o filme ganhou inúmeros prémios. O filme foi realizado por Luchino Visconti e tem como protagonista principal o actor Dirk Bogarde e grande parte do filme é filmado em Veneza. Por isso, tendo em conta que Veneza é até ao momento a minha cidade preferida, onde felizmente já tive a oportunidade de lá estar, quando o meu amigo sugeriu este filme, fiquei com curiosidade em relação a ele e fiquei com a ideia de que iria gostar. Pensei que iria rever no filme a beleza de Veneza e isso iria ser bonito mas... que filme foi este que eu vi?! Que filme sem graça foi este? Um filme super aborrecido. Um filme onde cada cena teve direito a um longo bocejo. Não vi pura beleza em lado nenhum, como li algures numa crítica ao filme. "Morte em Veneza" são duas horas de filme penosas com sequencias muito longas onde nada se passa.

 

Não percebi a história. Ou melhor, percebi mas para mim não fez sentido. A personagem Gustav apaixona-se perdidamente pelo jovem e belo Tadzio. Apaixona-se pelo ideal de beleza. E a sua paixão se torna uma obsessão a ponto de ele seguir cada passo do jovem e grande parte do filme é assim. São cenas em que Gustav persegue Tadzio, cenas em que Gustav observa Tadzio e é sempre assim. Há pouquíssimos diálogos e os que há não trazem nada de novo a história. Pensei que o filme contasse uma bela história de amor mas estava enganado. E depois há ainda há parte final. É que se o filme se chama "Morte em Veneza" é porque alguém irá morrer e quando morre a cena não deixa de ser, na minha opinião, muito estúpida. E a própria banda sonora que as vezes surpreende, neste filme tornou-se algo irritante. Enfim, para mim este filme é algo para esquecer. Pode ter ganho inúmeros prémio na altura mas não vejo beleza nenhuma no filme. Nem a própria Veneza está bela...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 05.07.11

Laranja Mecânica

A Clockwork Orange (1971)

 

Depois de alguns dias a adiar, ontem comecei a ver o filme "Laranja Mecânica" e só hoje é que acabei de o ver. E antes de falar sobre a minha opinião em relação a ele eu tenho que questionar o seguinte: porque razão o filme se chama "Laranja Mecânica"? É que não consegui encontrar nada no filme que associa-se ao título do filme e isso para mim faz-me uma certa confusão. Talvez isso seja um pormenor insignificante mas para mim o título do filme tem que ir de encontro a história do filme e... "Laranja Mecânica"?! Para a história do filme? Não, não percebi. Por isso, se houver alguém que me explique essa associação eu agradecia.

 

 

[Ver trailer]

 

Há uns bons meses atrás, lembro-me que este filme deu na RTP2. Na altura, a minha curiosidade levou-me a ver algumas cenas enquanto fazia zapping por vários canais. Não tive coragem de ver o filme até ao fim, pois das cenas que vi, achei tudo tão estranho que não quis arriscar. E sinceramente, não me lembro se alguma vez vi este filme quando era criança. Muito provavelmente não o devo ter visto porque se não lembrava-me de alguma coisa e não me lembro mesmo. Por isso, do principio ao fim, esta foi a primeira vez que vi este clássico do Stanley Kubrick protagonizado por Malcolm McDowell e por incrível que possa parecer o filme foi do meu agrado.

 

Confesso que inicialmente achei tudo muito estranho e o que normalmente é estranho para mim - estupidamente - é posto de lado. Mas depois, talvez a partir do momento em que a personagem Alex foi presa, as coisas foram mudando e eu comecei a gostar mais do filme. Ele sem dúvida alguma é estranho. É algo fora do normal. Kubrick estava numa outra dimensão quando criou este filme, mas o resultado saiu perfeito. Gostei do argumento. Gostei da interpretação do jovem Alex, da banda sonora. Tudo conseguiu eliminar o meu preconceito que eu já tinha em relação ao filme, mesmo sem nunca o ter visto e ter ficado com uma imagem positiva em relação ao "Laranja Mecânica", ao ponto de eu recomendar a quem ainda não o viu. É um clássico que deve ser visto por todos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 21.06.11

O Padrinho

The Godfather (1972)

 

Deixa-me lá falar de um filme que demorei imenso tempo para o ver e que faz parte das sugestões dadas pelo meu amigo, de filmes mais antigos. Só ontem mesmo é que vi o filme e só para terem uma ideia de como demorei para o ver, o meu amigo sugeriu o filme no dia 26 de Maio. Olhem o tempo que isso já foi? Também, o filme é daqueles que não me chamava a atenção. Não tinha nada que me suscitava alguma curiosidade em relação a ele. Mas enfim, estou orgulhoso de mim mesmo por o ter visto e hoje posso dizer que sim, eu sou um daqueles que chegou a ver "O Padrinho" apesar de, talvez não ter percebido os pontos altos do filme.

 

 

[Ver trailer]

 

O filme é de 1972, é na minha opinião já bem antigo. Nunca me passou pela cabeça assisti-lo na integra e lembro-me que quando era mais novo vi assim algumas cenas do filme mas... na altura o género de filme não era do meu agrado. Acho que as minhas irmãs é que gostavam mais. Hoje, alguns anos depois de ter assistido pela primeira vez a essas cenas, continuo a achar que o filme não faz o meu estilo. Foram três horas de filme, que o vi em duas partes e posso dizer que foi quase um sacrifício. Não tinha nenhuma expectativa em relação ao filme, por isso não fiquei desiludido com nada e nem mesmo fiquei surpreendido com ele. O filme foi aquilo que eu achava que ia ser, uma enorme disputa entre várias família de mafiosos. Para os meus colegas, o filme é mais do que isso. Há no filme um drama familiar e isso é o mais importante para eles mas eu não consegui sentir esse drama familiar. O que consegui sentir foi mesmo o conflito entre famílias, a vingança, a violência, tudo isso foi o que mais me chamou a atenção e não gostei. Achei o filme demasiado longo para mostrar só isso mas... quem sou eu para falar sobre isso?? Eu sou sempre a excepção à regra, pois sei que todos amaram este filme e eu sou o excluído mas que seja. A verdade é que este filme não me agradou, percebendo ou não a essência do filme, ele não foi do meu agrado mas dou-lhe duas estrelas e meia.

 

Realizado por Francis Ford Coppola, "O Padrinho" é interpretado por Marlon Brando e Al Pacino e tem duas sequelas, "O Padrinho: Parte II" e "O Padrinho: Parte III" que muito sinceramente não faço questão de os ver, pois estes não são filmes para mim.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 26.05.11

Noivos Sangrentos

Badlands (1973)

 

E no dia em que estreou "A Árvore da Vida" de Terrence Malick -  filme que eu quero muito ver e que em principio irei vê-lo este fim-de-semana - eu vi um dos seus primeiros trabalhos como realizador, "Noivos Sangrentos". Foi mais uma sugestão dos anos 70 e foi uma boa sugestão, pois eu gostei do filme.

 

 

[Ver trailer]

 

Protagonizado por Martin Sheen e Sissy Spacek que está tão jovem neste filme, "Noivos Sangrentos" não é assim um grande, grande filme mas tem uma boa história. É um filme agradável de se ver. É pequeno, vê-se bem, não é complicado, serve para o efeito: entreter. Confesso que eu imaginava o filme de uma outra forma, mas não fiquei desiludido com aquilo que depois cheguei a ver. O filme mereceu a minha atenção e em nenhum momento se tornou monótono.

 

Da mesma forma que recomendaram-me este filme, aqui fica também a minha recomendação para um bom cinema em casa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 17.05.11

Frankenstein Júnior

Young Frankenstein (1974)

 

Eu sou um grande fã de filmes a preto e branco. Gosto imenso mas gosto daqueles filmes que são recentes e que são propositadamente filmados a preto e branco. Os filmes antigos, esses já não me agradam muito. Tenho um certo preconceito em relação a filmes antigos, a filmes a preto e branco e quando a esses dois aspectos se junta ainda um filme onde eu não conheço os protagonistas torna-se um pouco complicado eu querer assistir ao filme. Isso aconteceu com o "Frankenstein Júnior". Um filme de 1974 e que por diversas vezes andei a adiar o seu visionamento exactamente por causa do meu estúpido preconceito. Mas que posso eu fazer?! Felizmente lá consegui ver. Arranjei tempo e disposição, no inicio da tarde de hoje e assisti ao filme e diverti-me um pouco. O filme é uma comédia. Não conseguiu de todo fazer com que eu ri-se às gargalhadas, mas dá para o efeito, que é entreter.

 

 

[Ver trailer]

 

"Frankenstein Júnior" é realizado por Mel Brooks e tem como protagonistas Gene Wilder, Marty Feldman, Teri Garr, Peter Boyle entre outros. Tudo actores que assim de repente, não me lembro de os ter visto em outros filmes. Mas gostei das interpretações deles aqui neste Frankenstein. Principalmente o doutor, estava muito engraçado.

 

A comédia não é o meu género de filme favorito mas este filme não esteve mal. Merece da minha parte 3 estrelas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 08.05.11

Taxi Driver

Taxi Driver (1976)

 

A minha relação com o realizador Martin Scorsese não é lá muito boa. Nunca foi! Já vi alguns filmes dele mas confesso que nunca foram assim do meu agrado. Ando sempre com um pé atrás em relação a ele e como sou teimoso, as vezes evito mesmo ver um determinado filme, só porque é realizado pelo Martin Scorsese. O ultimo que vi no cinema, e apenas o vi porque fugia daquilo que ele normalmente está acostumado a fazer foi o " Shutter Island", um filme que até não é mau de todo mas que eu não consegui percebe-lo muito bem. Teria que vê-lo uma segunda vez para apanhar mais pormenores da história e até hoje ainda não tive a oportunidade de voltar a vê-lo. Mas falando do filme que vi ontem, este "Taxi Driver", mais um clássico dos anos 70, protagonizado pelo grande Robert De Niro e que demorou a ser visto. Isto por causa da minha teimosia. O meu amigo sugeriu o filme e eu fiquei hesitante em relação a ele. De que eu me lembre nunca cheguei a ver o trailer do filme e tinha uma ideia pré-concebida do filme que fazia com que eu achasse que não iria gostar dele. No entanto fui apanhado de surpresa. "Taxi Driver", o realizador, Robert De Niro e até mesmo Jodie Foster que tem uma pequena participação no filme conseguiram surpreender-me e por incrível que possa parecer eu admito que gostei do filme.

 

 

 

[Ver trailer]

 

Através dos comentários ao filme no site Cinema PTGate houve quem dissesse que não poderíamos morrer sem antes ver este filme. Também não quero exagerar. Eu confesso que gostei do filme mas está longe de ser um dos meus filmes favoritos. Tenho que admitir que Robert De Niro esteve lindamente no papel de Travis e soube comandar o filme como ninguém. Nisso achei perfeito. Tive pena a Jodie Foster ter tido uma participação pequeníssima no filme mas mesmo assim muito boa. Num todo achei tudo muito bom e por isso este é um filme que recomendo. Vale mesmo a pena ver.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 02.05.11

O Império dos Sentidos

Ai no korîda (1976)

 

E no outro dia segui mais uma sugestão de cinema em casa e vi mais um clássico do cinema dos anos 70. Desta vez foi "O Império dos Sentidos" um filme que deixou-me sem palavras. Nem sei mesmo o que dizer em relação a ele. Nunca tinha visto um filme como este e é por esta razão que só agora estou a escrever algo sobre o filme.

 

 

 

Apesar de muito estranho, eu não posso negar, gostei do filme. Gostei da história, consegui identificar-me com a própria história e com as personagens e... enfim. Acho que fico por aqui...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 19.04.11

Encontros Imediatos do Terceiro Grau

Close Encounters of the Third Kind (1977)

 

 

 

 

 

[Ver Trailer]

 

Esta manha vi um filme do Steven Spielberg e devo confessar-vos que sou um grande fã do realizador, apesar de achar demasiado excessivo a paranóia que ele tem por extraterrestres. Mas mesmo com toda essa paranóia, há imensos filmes do realizador que eu adoro e que estão guardados na minha memória. Não será o caso deste "Encontros Imediatos do Terceiro Grau", pois lamentavelmente eu não consegui apreciar nem um pouco este filme, que sim, fala de extraterrestres.

 

Eu achei o filme demasiado chato. Filme longo e com uma história muito aborrecida e com um final sem sentido. Não houve nenhum aspecto no filme que me cativasse. Acredito que no seu tempo, o filme deve ter sido o máximo mas ao vê-lo hoje, e comparando-o com outros filmes que o próprio Spielberg já fez, este filme, na minha opinião, não vale nada. É uma perda de tempo. Li algures que este filme é melhor que o E.T. mas não pode ser. Acho que nem há termo de comparação mas... Acredito que haverá quem esteja em desacordo comigo, mas ainda bem que assim seja. Não podemos ser todos iguais...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 19.04.11

O Expresso da Meia-Noite

Midnight Express (1978)

 

 

 

 

 

[Ver trailer]

 

"O Expresso da Meia-Noite" foi o filme que me fez companhia ao longo da manha de ontem. Um filme que ainda não tinha visto e que foi uma grande surpresa, pois gostei imenso do filme.

 

Pelo título, pensei que a história se passasse num comboio mas estava completamente errado. Como não tinha visto ainda o trailer, tinha ido apenas ao IMDb ver o elenco, imaginei o filme de uma outra forma mas depois não fiquei nada desiludido com o filme, muito pelo contrário. A história verídica conseguiu a minha atenção até ao final do filme.

 

Realizado por Alan Parker, este filme tem como protagonista Brad Davis, o mesmo actor que em 1982 protagonizou o filme "Querelle". E apenas por curiosidade, este "Expresso da Meia-Noite" contém também uma pequeníssima cena gay entre o actor Brad Davis e um outro actor.

 

"O Expresso da Meia-Noite é um clássico. Merece ser visto, por isso, dá mesma forma que recomendaram-me para eu ver, eu deixo também aqui a minha recomendação. Vejam-no, pois iram passar quase duas horas a ver um excelente filme.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


por ermes, em 16.04.11

Manhattan

Manhattan (1979)

 

 

 

 

 

[Ver trailer]

 

Apesar de só agora escrever a minha opinião sobre "Manhattan", um filme de Woody Allen de 1979, o filme já foi visto à uns dias atrás. Não tenho é tido tempo para escrever, ou melhor, para ser sincero não tenho tido é vontade de escrever em relação a este filme, pois este é daqueles em que fica a dúvida se gosto ou não gosto.

 

Já no filme "Ana e as Suas Irmãs", também do Woody Allen, já aqui tinha dito que não gostava muito do Woody Allen como actor. Adoro-o como realizador, acho que ele é maravilhoso a contar histórias mas não gosto nada dele como actor. E se no filme "Ana e as Suas Irmãs" ele tinha uma participação secundárias, aqui no "Manhatan" ele tem um papel muito mais activo. Ele aparece em todas as cenas e isso acaba por ser frustrante para quem não gosta dele. Por isso, a nível de filme, eu não achei mau. Eu gostei da história mas... a sua presença estraga tudo.  Ele faz quase sempre o mesmo tipo de personagem e isso irrita. Por outro lado eu gostei muito da Diane Keaton, gostei da sua personagem.

 

Conclusão: o filme está razoável. Não é na minha opinião o melhor de Woody Allen mas é o filme que merece três estrelas. E o facto de ser a preto e branco e com isso demonstrar ser ainda um filme mais velho, até nem me fez confusão. Gostei do pormenor de ser a preto e branco. E eu insisto, a única coisa que não gostei mesmo no filme foi do Woody Allen. Ele devia ter arranjado outro homem para interpretar o seu personagem e ter-se dedicado a 100% à realização.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2012
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2011
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ


subscrever feeds